Janeiro...

 

Mês novo, ano novo... e este deveria ser o janeiro mais lindo da minha vida. Janeiro traria Isabelle para os meus braços.
Hoje eu deveria estar contando os dias para finalmente me encontrar com meu grande amor.
Suas roupinhas provavelmente já estariam lavadas, passadas e cheirosas... A bolsa da maternidade certamente já estaria pronta e eu estaria em cólicas de tanta ansiedade.
Janeiro...
Janeiro era só um mês comum em minha vida até que meu pai se foi em um janeiro e agora janeiro voltaria a me dar motivos pra sorrir, mas você se foi filha, se foi antes que janeiro chegasse e um outubro tirou de mim a oportunidade de te conhecer em janeiro.
E janeiro voltou a ser só mais um janeiro...
Não importa quantos janeiros passem, meu amor por você sempre existirá.


Imprimir   Email

Mais páginas do diário